Ainda faz sentido falar de viagem com tanta crise?

mapchecked

O mundo desabando, corrupção, terrorismo, tragédias naturais, extremismo, ódio, machismo, desemprego, poluição, desmatamento, desesperança… e os caras falando em viajar? Que sempre teremos Paris? Que os outlets de Miami estão incríveis? Dez praias paradisíacas do Caribe? Por mais deslumbrante que seja o cenário, parece que tem algo que não tá ornando. Ainda faz sentido falar de turismo com toda essa crise?

Venho pensando em escrever sobre isto há alguns meses, mas estava esperando encontrar uma resposta antes de formular o texto. Não encontrei. Alimentar o blog também tá ficando agridoce, pois de um lado quero deixar registrado e passar adiante minhas experiências e contar as histórias que me inspiraram, mas sinto às vezes estar lutando contra um tsunami com apenas dois remos.

Em Nova York, encontrei uma amiga e tivemos altos papos. Começou com as eleições municipais de São Paulo e Rio de Janeiro, depois caiu pra Trump, machismo, até que ela perguntou como eu tava e elogiou os posts do Papetes (eba!). Agradeci e disse: pois é, mas no meio de tanta bagunça e notícias negativas, fico até sem graça de falar sobre viagens. Será que estou me fechando dentro de uma bolha?

makeitstop

E é fato, o número de pessoas fazendo grandes viagens internacionais caiu e muita gente já está sentindo o impacto da crise na hora de pensar nas próximas férias. De acordo com o World Travel Monitor, que monitora os deslocamentos feitos em países da Europa, América do Sul e Ásia, as viagens feitas por brasileiros ao exterior entre janeiro e agosto de 2016 já caíram 15% em relação ao mesmo período de 2015.

Porém, mesmo com todas as dificuldades, as pessoas ainda querem viajar. E ainda vão continuar viajando. Talvez fique mais difícil, teremos que apertar o cinto e rever algumas escolhas, repensar os lugares, a duração e a frequência de cada viagem, mas o desejo permanece. Outra pesquisa, feita pelo Ministério do Turismo, comprova isso: no mês de setembro, mesmo com a crise, a intenção de viagem dos brasileiros era de 24,3%, 8 pontos percentuais a mais em relação ao mesmo mês de 2015.

Viajar desperta alguma coisa além dentro de nós que chega a viciar! Uma vez que seu universo se expande e conhece outras culturas e outros mundos, você quer manter a toada, brincar de War e conquistar quantos territórios for possível. Tudo bem que depois de uma viagem nos EUA, talvez você não consiga ir tão logo pro Sudeste Asiático, mas o bichinho viajante vai te dar coceira. E aí meu amigo, um pulo ali no Pico do Jaraguá já vira uma aventura, te reabastece com a adrenalina de ver algo novo, de experimentar novos ares e mudar sua rotina.

freedom

Não é preciso ir tão longe ou ficar muito tempo fora para sentir os benefícios de uma viagem. É questão de mudar o olhar no dia-a-dia e ver beleza na tua própria cidade. É dar uma chance pro Masp depois de conhecer todos os museus da Europa. É explorar um café novo no bairro e curtir como se tivesse em Paris. É tentar encontrar algo que te transforme.

Por isso tudo, acho que faz, sim, sentido falar de viagem no meio dessa crise, que não é a primeira nem a última que o mundo vai passar. Viajar é trazer um pouco do mundo na mala e se o mundo tá essa bagunça, talvez o papel do turismo seja de nos abastecer de informações para entender um pouco desse caos e expandir nossos horizontes. Se não servir para isso, que sirva para se desligar de tudo, refrescar a cabeça dos problemas e voltar para casa com as energias renovadas e pronto para a batalha 😉

Que todos tenham um 2017 com mais amor, força para encarar os desafios e muitas viagens, sejam próximas ou distantes, bate-volta ou sem data de retorno. Mas que te levem longe, te transformem e te inspirem sempre! ❤

misssunshine

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s